Building a more diverse leadership team: the way forward

07 Apr 2022

Building a more diverse leadership team: the way forward

In the last 20 years, there has been a significant change in the experience and skills sought for top positions. Diversity & Inclusion are becoming more and more relevant on organizations' agendas, and research, conferences, articles, and studies are multiplying in this area, showing the advantages of diverse teams in executive positions and company boards.

É, neste contexto, que partilhamos algumas práticas que caracterizam as organizações que se envolveram com sucesso nesta mudança e como podem as empresas de executive search ser um apoio essencial nesta área tão crítica.

Organizações diversas têm uma mentalidade diferente

As organizações diversas são menos propensas a contratar líderes que não partilhem do mesmo mindset, quando se trata do tema da diversidade e inclusão. No Reino Unido, por exemplo, quase 60% dos directores não executivos (NEDs) de empresas diversas referem que dificilmente ofereceriam um cargo executivo a um candidato que não demonstrasse domínio da temática de D&I no processo de entrevista. Quando a mesma pergunta é feita, por exemplo, a membros do conselho executivo de empresas não diversas, o resultado é bem diferente: mostram uma probabilidade três vezes maior de contratar candidatos que tenham pouca experiência ou conhecimento de D&I.

Podemos concluir que contratar candidatos que possuem um background com orientações diversas, gera, por si só, diversidade na própria organização. Por outro lado, também significa que um candidato que esteja à procura de um cargo de liderança numa empresa diversa, necessita de demonstrar competências base na promoção e implementação deste tema.

Encontrar líderes com as características certas

Apesar da evolução do tema da diversidade e inclusão, os progressos nesta área são ainda ténues em Portugal. É necessário, antes de mais, que os líderes alcancem uma mudança ao nível da coragem e ousadia para incorporar este compromisso nas organizações. Devem, por isso, estar prontos a ajustar a sua abordagem ao recrutamento.

As empresas com elevados níveis de diversidade e inclusão tendem a promover três iniciativas ao recrutar membros do board e senior leaders: criação de parcerias com organizações de diversidade e inclusão, definição de objectivos de diversidade e implementação de medidas para reduzir preconceitos inconscientes que existem no processo de recrutamento.

Como o executive search pode ajudar

As empresas globais de executive search, como a Odgers Berndtson, podem ser um parceiro importante neste processo, uma vez que têm uma extensa rede de talentos de liderança diversificados, abrangendo vários sectores e funções.

Parte do nosso sucesso advém das fortes ligações com organizações de membros de D&I, que ampliam as pools de talentos das quais procuramos candidatos. Ao trabalhar com a Odgers Berndtson, as organizações têm acesso a estas mesmas redes na procura por líderes diversos.

Adicionalmente, é crítico adaptar o processo de procura para tornar as funções mais atraentes para um grupo maior de candidatos. Por último, os programas de mentoring e coaching são também uma forma mais eficaz de ajudar diversos talentos na integração de funções e de continuar o progresso dentro da equipa de liderança.

O caminho para o futuro

Nestes últimos anos de grande transformação, as organizações têm desempenhado um activo estratégico na construção de uma sociedade mais diversa e inclusiva, sendo este compromisso um componente essencial de um negócio responsável e bem-sucedido.

À medida que a consciencialização à volta deste tema cresce, as organizações precisam de transformar também a sua cultura e as suas equipas de liderança. As empresas que não conseguem acompanhar essa disrupção, ou optarem por ignorá-la, muito provavelmente vão ficar para trás.

Assegurar a inclusão de todas as formas de diversidade humana tem de ser o “novo normal” no local de trabalho, sendo inclusivamente uma grande oportunidade para emergir da crise da Covid-19.

Contudo, alcançar os níveis de diversidade genuína, particularmente ao nível de liderança, não pode ser feito da noite para o dia e existe ainda um longo caminho a percorrer. O segredo está em incluir o tema na agenda das lideranças, para que desde cedo se comecem a cultivar comportamentos certos para que a cultura de diversidade aconteça.